Inventário

JUDICIAL E EXTRAJUDICIAL

Inventário Judicial e Extrajudicial

Levantamento de todos os bens de determinada pessoa  após divórcio, coma sua avaliação e divisão entre os sucessores. O inventário pode ser Judicial ou Extrajudicial.

Inventário Judicial
Acontece a abertura da sucessão e a transmissão de todo patrimônio que faz parte da herança aos respectivos sucessores. Assim, o Inventário Judicial é um procedimento previsto no Código Civil, no qual os bens deixados pela pessoa falecida são relacionados, avaliados e distribuídos entre os herdeiros. O patrimônio do falecido é, então, identificado, são pagas as dívidas e os impostos devidos, bem como são cobrados os créditos existentes.

Inventário Extrajudicial
O Inventário Extrajudicial é o procedimento utilizado para apuração de bens e direitos do falecido, permitindo-se a sua realização por meio de escritura pública, em Cartório de Notas, de forma simples e segura. Basicamente, os herdeiros devem ser capazes e concordes (sem litígio) quanto à partilha dos bens; o falecido não pode ter deixado testamento; e as partes devem ser assistidas por advogado, cuja qualificação e assinatura constarão do ato notarial